Artigos

A origem da doença pode ser variada, assim como o seu grau de consequências nas penas. Em casos extremos, os animais podem inclusive se mutilar, causando ferimentos mais profundos, podendo gerar infecções sérias.

Uma das causas mais comuns da doença é a psicológica, ou seja, assim como os pets, estes animais podem sofrer por conta de alguma separação, mudança de ambiente ou trauma, desencadeando esta reação.

Animais sozinhos estão mais suscetíveis ao problema, por conta do tédio. Por isso, nestes casos, é recomendável que o dono esteja por perto, na medida do possível, para entreter o animal. Outro motivo é o estresse de lugares barulhentos ou por medo de possíveis predadores, como cães e gatos, dentre outros. Há ainda os motivos reprodutivos, ou seja, alguns animais arrancam as penas para trazer mais conforto (acomodar), os ovos e as crias.

Estes são apenas alguns das múltiplas possibilidades de origem da doença, que, ao primeiro sinal, precisa ser tratada por um profissional veterinário.

Médico veterinário, você saberia quais atitudes tomar diante dessa situação? Casos como esses são cada vez mais recorrentes em clínicas e hospitais veterinários, já que o número de aves adotadas como pets são maiores.

Fonte: Perito Animal

 

Disponível em:  http://www.revistaveterinaria.com.br/2017/09/04/por-que-algumas-aves-arrancam-as-proprias-penas/

©2020 Faculdade Anclivepa. Todos os direitos reservados.

Pesquisar no Site

x

Fale Conosco!

Fale Conosco!